Regras e Extensão de Funcionalidades

Cadastro da Função

605 views 22/11/2019 22/11/2019 lucas-schepers 4

Para cadastrar uma nova função customizadora, será necessário selecionar a primitiva a ser customizada através do menu de criação de novos pontos de regra, que pode ser encontrada no caminho Tecnologia > Customização > Regras > Nova Customização. É importante salientar que essa tela permite a criação de pontos de regras que não dependem do uso do SDK. Na tela de Cadastro de extensão é possível buscar a primitiva que deseja customizar, como no exemplo a seguir:

  • Com a primitiva selecionada escolha o protocolo (REST ou SOAP 11) utilizado.
  • Selecione o tipo do método (Antes, Depois ou Interceptar).
  • Selecione o nível de armazenamento de histórico.
  • Em seguida será possível informar a URL de uma funcionalidade de customização já existente ou gerar uma nova função serverless através do SDK, para isso será necessário clicar em gerar URL. Uma caixa de diálogo será exibida contendo a informação de que o processo poderá demorar. Após confirmar, a tela ficará bloqueada até que a URL tenha sido gerada e automaticamente preenchida como na demonstração abaixo:

  • Adicione uma descrição.
  • Clique em Testar conexão para verificar se a URL foi gerada.
  • Clique em Avançar.
  • Por padrão, os cabeçalhos Tenant, User e Timeout estão marcados, mas é possível informar cabeçalhos customizados bastando informar nome e valor.
  • É possível informar tags customizadas caso deseje.
  • É possível restringir a customização a um usuário específico, bastando informá-lo no campo Usuário.
  • Após preencher todos os campos obrigatórios, clique em Salvar e aguarde as instruções para realizar a importação da função no ambiente de customização Cloud9.

  • Em seguida, é necessário informar seus dados de acesso a AWS que devem ser fornecidos pelo administrador do tenant.
  • No console do Cloud9 basta colar as informações que foram copiadas no passo anterior após clicar em Copiar para o clipboard e a função será importada automaticamente como a seguir:

A partir de agora é possível acessar e alterar o código da função.

Obs.: A função será cadastrada desabilitada, para habilitar será necessário acessar o gerenciamento de funcionalidades (API), onde mais detalhes referentes a funcionalidade poderão ser acessadas.

Este artigo foi útil para você?