BPM

Tabela x Integração G5/G6

700 views 19/06/2019 14/08/2020 daniel-huebes 0

Frequentemente nos formulários do BPM (ECM/Interface WEB) precisamos consumir informações via webservices do sistema G5 do cliente. Na maioria dos casos, essas requisições são para listar dados auxiliares à solução como por exemplo: pesquisa de cargo, empresa, filial, centro de custos, cidades, colaboradores… Esses dados mudam com pouca frequência, em alguns casos raramente como empresa e filial. Nesses casos consumir serviços G5 são um desperdício de tempo e performance para o usuário. Uma alternativa interessante para esses cenários é a utilização do recurso “Tabela” do BPM.

O recurso Tabela serve para manter dados que são do cliente (Aplicativos G5 ou qualquer outro sistema), replicados para a nuvem. Dessa forma os serviços do BPM podem consumir os dados diretamente da nuvem sem ter que ir no site do cliente consumir esses dados.

Funciona assim: na plataforma cria-se a definição da tabela com nome e colunas com seus respectivos tipos, e no ambiente do cliente configura-se uma API que é responsável por enviar os dados para essa tabela na nuvem de tempos em tempos. Quanto mais sensível a mudança é a informação, configura-se uma frequência maior de integração, exemplo de hora em hora. Se a informação muda raramente pode-se configurar diariamente ou até mensalmente, ou até mesmo fazer o envio dos dados apenas uma única vez.

Desenho fluxo dos dados

No ponto (A) configura-se a API table-import-csv (download) .

Essa API envia arquivos em formato csv com os dados para as tabelas predefinidas na plataforma periodicamente.

Sob demanda os formulários BPM podem consumir dados dessas tabelas diretamente da plataforma, otimizando o tempo de resposta e o consumo da infraestrutura do cliente.

Clique aqui para saber como configurar e agendar importação de dados via G5.

Este artigo foi útil para você?